Você sabe o que é o glúten e onde ele está presente?

             O QUE É O GLÚTEN??

                Veja onde ele está presente abaixo..

 

Em primeiro lugar, saiba que o GLÚTEN é uma proteína que está presente em cereais como trigo, centeio e cevada.

Mas na aveia ele só está presente pela contaminação cruzada de plantio, devido às rotações de cultura

O GLÚTEN é composto pelas chamadas gliadinas e gluteninas, que representam 80% das proteínas no trigo,

sendo que sua principal função é formar uma rede que é capaz de reter o gás formado pelo fermento

durante a fermentação de pães ou durante o assamento de bolos.


              FAÇA O TESTE DO GLÚTEN!!!

                Quer fazer um teste para enxergar o glúten?

 

Junte uma pequena quantidade de farinha de trigo, água e uma pitada de sal.

Misture com uma colher e depois amasse com as mãos por cerca de 5 minutos

até formar uma “bolinha”. Depois, lave essa massa crua na pia por alguns minutos.

O caldo esbranquiçado que escorre com a água é o amido, e a estrutura levemente

amarelada restante será o glúten.

 

              Quais os riscos do consumo do glúten?


       Neste parágrafo, vamos falar dos riscos de consumo de GLÚTEN por celíacos e pelos que tem sensibilidade.

O GLÚTEN é extremamente prejudicial para os portadores da doença celíaca, que acredita-se atingir cerca de 1%

da população mundial atualmente. Quando celíacos consomem alimentos com GLÚTEN, há uma reação imunológica que cria

uma inflamação que danifica as vilosidades do intestino delgado, causando sintomas como diarréia, inchaço, gases.

Sendo assim, com as vilosidades danificadas, a absorção de nutrientes é reduzida, podendo levar a anemia e osteoporose.


       Além disso, devido a estudos feitos recentemente, imagina-se que o número de pessoas sensíveis ao GLÚTEN hoje

giraria em torno de 5% da população atual.

E sendo o GLÚTEN  uma proteína de difícil digestão, conclui-se que pessoas não celíacas podem apresentar

mal-estar ao consumir alimentos com glúten.

Sendo assim procure um médico ou nutricionista para fazer o teste

 

        VOCÊ SABIA??

            Consumo de farinhas brancas e suas consequências

 

A população em geral tem consumo exagerado de alimentos como pães, biscoitos e bolos produzidos

com farinha de trigo refinada (“farinha branca”). E o mais importante, essa prática acarreta um alto

consumo de carboidratos e calorias “vazias”.

Esses alimentos não contêm um bom balanço de nutrientes, podendo levar a sobrepeso e

deficiência de vitaminas e minerais. Nesse contexto surge a importância do consumo de farinhas

alternativas, e hoje o mercado oferece diversas.

 

       Farinhas sem glúten Geração Saúde


     A Geração Saúde conta com uma linha completa de farinhas sem glúten que contribuem
para uma alimentação mais rica e saudável, repleta de nutrientes essenciais.

Cada farinha especial têm seus destaques, dependendo dos objetivos e necessidades de cada
consumidor.

                       Conheça nossas farinhas especiais e seus benefícios

 

Em primeiro lugar a FARINHA DE GRÃO DE BICO que contém alto teor de proteínas.

Em segundo lugar, temos as farinhas com baixo teor de carboidratos (as farinhas LOW CARB),

como a FARINHA DE AMÊNDOAS,  NOZES,  COCO, AMENDOIM, sem esquecer das

FARINHAS DE CHIA, LINHAÇA, que além de LOW CARB ainda são riquíssimas em ÔMEGA 3.

Em terceiro lugar, as farinhas de frutas como  FARINHA DE MARACUJÁ que se destaca por seu

alto teor de fibras, e a FARINHA DE BANANA VERDE que contém amido resistente, um tipo de

carboidrato que não é digerido pelas enzimas do nosso organismo, atuando de forma semelhante às fibras.


              Conheça os benefícios dessas e muitas outras farinhas sem glúten na nossa loja virtual e no Instagram 

 

                    FARINHAS SEM GLÚTEN

                Como usar farinhas sem glúten nas minhas receitas


      Como as farinhas sem glúten não têm a mesma habilidade das outras farinhas com GLÚTEN,

se quiser utilizar 100% das farinhas sem glúten, o ideal é preparar receitas de alimentos que não

precisam de muita aeração, como panquecas e biscoitos.

Já para pães e bolos fofinhos e nutritivos, recomendamos substituir parte (até 50%) da farinha

branca por farinhas especiais sem glúten. Mas, caso queira preparar esses alimentos

totalmente livres de glúten, experimente a FARINHA GLÚTEN FREE, mix de farinhas criado

pela nossa engenheira de alimentos que contém uma mistura de farinhas e uma goma natural

a GOMA XANTANA para receitas de pães e bolos mais fofinhos e com sabor neutro.

 

1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *